59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

CISTOADENOMA GIGANTE SINTOMÁTICO DE OVÁRIO: RELATO DE CASO

CONTEXTO

Dos tumores de ovário, 15% são representados por cistoadenomas mucinosos, benignos em 80% dos casos, borderlines em 10% e malignos em 10%. É um cisto que surge a partir do epitélio da superfície do ovário, apresentando característica multilocular e superfície lisa. Acomete mulheres entre 30 e 50 anos. O quadro clínico é variável, em sua maioria assintomático e de difícil diagnóstico. Devido ao crescimento rápido, podem chegar a grandes dimensões e evoluir com pseudomixoma peritoneal. No entanto, quando sintomáticos, a queixa é de aumento do volume abdominal, dor intensa, alterações gastrintestinais, urinárias e pélvicas. O método inicial para diagnóstico é a ultrassonografia. Os marcadores tumorais podem ser utilizados para afastar malignidade, apesar de serem inespecíficos e não excludentes. A laparotomia é o tratamento de escolha quando suspeita-se de malignidade. O diagnóstico definitivo só se estabelece mediante estudo histológico.

DESCRIÇÃO DO(S) CASO(S) ou da SÉRIE DE CASOS

Paciente, 44 anos, admitida em serviço de urgência com dor em abdome inferior de moderada intensidade, tipo cólica, iniciado há uma semana. Referia aumento de volume abdominal há 5 meses. Ao exame físico, percebia-se, à palpação abdominal, massa volumosa ocupando todo abdome até o processo xifoide. Ao exame especular, ausência de leucorréia ou sangramento. Ao toque vaginal, colo de consistência fibroelástica e indolor a mobilização. O US de abdome total evidenciou presença de cisto anexial volumoso, ocupando pelve e hipocôndrio esquerdo, com conteúdo heterogêneo com debris, com volume de 4.046 cm³, compatível com volumoso cisto complexo ovariano. O US transvaginal evidenciou útero em AVF, miométrio homogêneo, fino e irregular, com volume uterino de 68,5 cm ³. A Tomografia Computadorizada de Abdome mostrou ausência de adenomegalias, grande lesão cística com finos septos medindo 28,5x22,2x14,7cm ocupando todo abdome inferior, deslocando a bexiga inferiormente e o útero posteriormente e hérnia umbilical contendo gordura peritoneal, compatível com neoplasia ovariana.
Foi submetida a laparotomia com histerectomia radical. O anatomopatológico confirmou Cistoadenoma mucinoso de ovário.

COMENTÁRIOS

O caso chamou a atenção pela sintomatologia de cerca de 5 meses, dor e o aumento abdominal imperceptível pela paciente, até o momento do quadro álgico agudo. Apesar do rápido crescimento, o quadro clínico apresentou reversão total após a abordagem cirúrgica.

PALAVRA CHAVE

Cistoadenoma mucinoso de ovário, tumor ovariano benigno, massa pélvica.

Área

GINECOLOGIA - Oncologia Ginecológica

Autores

Welington Lombardi, Raissa Forgerini, Juliana Cavalcante Carvalho, Luciana Borges Lombardi, Caroline Forgerini, Mizia Cristina Costa Lourenzoni, Flavia Vicentin Silva, Carla Freitas

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo