59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

HELLP SÍNDROME EM UMA GESTANTE ATENDIDA NUM HOSPITAL DA AMAZÔNIA OCIDENTAL: RELATO DE CASO

CONTEXTO

Síndrome HELLP caracterizada por uma tríade: hemólise (H, hemolytic anemia), enzimas hepáticas (EL, elevated liver enzymes) e baixa contagem de plaquetas (LP, low platelet count). Está associada à pré-eclâmpsia(PE) grave ou eclâmpsia. Estima-se que 8% das gestantes com PE desenvolvam a síndrome e atinge de 0,2% a 0,6% das gestações. Elevada morbi-mortalidade materna e fetal, estima-se mortalidade materna até 24% dos casos e perinatal 30 a 40% dos casos.

DESCRIÇÃO DO(S) CASO(S) ou da SÉRIE DE CASOS

DFO, 20 anos, 35s3d, queixando-se epigastralgia e cefaleia. PA:180X140mmHg, realizado hidralazina EV e referenciada para hospital terciário com epigastralgia que irradiava para hipocôndrio direito. Na internação iniciado dose de ataque de Sulfato de Magnésio,esquema de Zuspan, mais 2 doses de Hidralazina EV, PA:150X90mmHg. Solicitado rotina de PE:Plaquetas:50.000mm³, Acido úrico:9,2mg/dl, LDH:1.802,10U/L,Ureia: 29,3mg/dl,Creatinina: 0,9 mg/dl,TGO:713,30U/L, TGP:361,10U/L, prescritos 5 concentrados de plaquetas. Realizado parto Cesariano após 36 horas da sintomatologia, nasceu feto vivo, APGAR 8/9. Utilizado 3 concentrados de plaquetas durante a cesariana. Evolui bem com alta no 9º dia do pós-operatório com alondipino 5mg, enalapril 20 mg VO, encaminhada para PNAR para acompanhamento puerperal.

COMENTÁRIOS

A síndrome HELLP é uma intercorrência grave, com mau prognóstico, com chance de se repetir em gestações futuras, importante orientar e recomendar o início do pré-natal precocemente, e uso profilático de aspirina em baixas doses. Se diagnosticar hipertensão, deve-se proceder a monitorização periódica laboratorial em busca das alterações que caracterizam a síndrome HELLP,e intervir antes que a síndrome se manifeste por completo, tornando sombrio o prognóstico materno-fetal.

PALAVRA CHAVE

GESTAÇÃO. ALTO RISCO. HELLP.

Área

OBSTETRÍCIA - Gestação de Alto Risco

Autores

VANESSA CAVALCANTE E SILVA BRUZADIN, MARIA DA CONCEIÇAO RIBEIRO SIMÕES, IVANIR KARINA NOIA, MURILO BRUZADIN

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo