59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Perfil Epidemiológico de Adolescentes solicitantes de Aborto Legal, Vitória – ES.

OBJETIVO

Descrever o perfil clínico-epidemiológico e a frequência de Aborto Legal em adolescentes vítimas de violência sexual atendidas em um Serviço de Referência em Vitória - ES, entre janeiro de 2010 e dezembro de 2019.

MÉTODOS

Os dados foram extraídos dos prontuários e fichas de notificação das adolescentes que apresentavam entre 12 e 18 anos atendidas em um serviço de referência para vítimas de violência sexual. Foram excluídos crianças menores de 12 anos, adultos e os casos em que o prontuário não confirmasse a violência sexual, totalizando assim 424 casos.

RESULTADOS

Houve maior número de notificações entre vítimas de 12 e 13 anos. Quanto à cor das vítimas, 53,3% se auto identificaram como pardas. A grande maioria das adolescentes era solteira. No que tange ao nível de escolaridade, 45,99 % apresentavam ensino fundamental completo. Na maioria das situações de violência, as agressões foram cometidas por um único agressor (88,21%) e do gênero masculino (97,41%). A maioria dos agressores eram conhecidos pela vítima e eram próximos a elas (69,10%). Em 40,09% dos casos, identificou-se que o agressor não fez uso de nenhuma substância. Dentre as 424 jovens atendidas, 14,86% engravidaram após o estupro, havendo três casos de estupro de jovens grávidas. O aborto legal foi solicitado por 43 adolescentes, 28,79% não o solicitaram e três sofreram abortamento espontâneo. Do total de solicitações de aborto legal, 31 foram realizados.

CONCLUSÕES

Dentre as adolescentes que solicitaram aborto legal, a maioria tinha entre 12 e 13 anos, era parda, solteira e menos da metade tinha ensino fundamental completo. A violência sexual foi ocasionada por agressor do sexo masculino, único e conhecido. Observamos taxa de gravidez muito superior à de dados nacionais. Chama atenção a vulnerabilidade dessa faixa etária à violência sexual e consequente gravidez.

PALAVRA CHAVE

Aborto legal, Vulnerabilidade em saúde, Delitos sexuais.

Área

GINECOLOGIA - Epidemiologia

Autores

Gustavo Ribeiro Lima, Izabella Cardozo Lara, Jacob Henrique da Silva Klippel, Chiara Musso Ribeiro de Oliveira Souza, Angélica Espinosa Miranda

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo