59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ASSOCIAÇÃO ENTRE VITAMINA D NO SANGUE MATERNO E HIPERTENSÃO ARTERIAL CRÔNICA (HAC)

OBJETIVO

Avaliar a associação entre a dosagem sérica de vitamina D e HAC em gestantes atendidas em regime de pré-natal.

MÉTODOS

Tratou-se de um estudo longitudinal com comparação entre grupos, em que foram avaliadas gestantes acompanhadas pelo serviço de Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Barbacena e da Universidade Federal de Juiz de Fora.
A dosagem de vitamina D foi realizada nos 3 trimestres gestacionais, através do Elecsys Vitamin D. Considerou-se p significante quando < 0,05.

RESULTADOS

Foram estudadas 131 pacientes, com média de idade de 32,4 ± 5,71 anos, 1,77 ± 1,06 gestações, 0,54 ± 0,82 partos e 0,26 ± 0,68 abortos.
A vitamina D foi dosada em todos os trimestres. A média nos trimestres foi de 28,6 ± 18,7 (primeiro), 44,6 ± 17,6 (segundo) e de 42,2 ± 26,6 ng/ml, no terceiro trimestre.
Realizou-se associação entre a dosagem de vitamina D no sangue materno, de forma que todas as pacientes com HAC apresentaram dosagem menor de vitamina D no primeiro (23,9 x 29,7; p=0,04), no segundo (31,0 x 46,7; p= 0,002) e no terceiro trimestre (34,5 x43,1; p=0,05).

CONCLUSÕES

Pacientes hipertensas devem ser cuidadosamente monitorizadas para vitamina D no pré-natal

PALAVRA CHAVE

cuidado pré natal, gravidez, vitamina D

Área

OBSTETRÍCIA - Gestação de Alto Risco

Autores

JULIA CAMARGOS SILVA, AYODELLÊ BIZOTTO GONTIJO PIRES DA SILVA, HEITOR GUIMARÃES ASCENDINO, BEATRIZ RIBAS DE OLIVEIRA, ALINE BARROS GUIMARÃES, EMILY BOTELHO NUNES, JULIANA BARROSO ZIMMERMMANN

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo