59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE INSERÇÃO DO DIU TCu 380 NO PÓS PARTO IMEDIATO VERSUS TARDIO

OBJETIVO

Analisar e comparar a inserção do DIU TCu 380 (dispositivo intrauterino de cobre) no período pós parto (PP) imediato e tardio procurando comparar as taxas de mau posicionamento, expulsão, infecções e perfurações uterinas; avaliar seguimento ambulatorial do método; avaliar taxas de reinserção.

MÉTODOS

Estudo transversal retrospectivo com análise de prontuários de pacientes que inseriram o DIU entre 2018 e 2019. Os dados coletados foram tabulados em uma planilha do Microsoft Office Excel 2016 para análise estatística preliminar. Foram incluídas todas as pacientes que inseriram o DIU pós parto nessa data. Entretanto, foram excluídos os prontuários que não mencionaram o DIU, os desistentes, duplicados e os que não mencionaram data ou tipo do parto realizado.

RESULTADOS

Uma amostra de 182 pacientes foi analisada. No PP imediato o total de pacientes foi de 84, onde em 16 houveram complicações. Entre as complicações que levaram a expulsão ou retirada do DIU foram 13 casos, sendo um deles de infecção, 9 de expulsão e 3 de mau posicionamento. Dos 13 casos, 4 reinseriram o método. O ultrassom mostrou 20 pacientes com DIU normoposicionado. Do total da amostra de PP imediato, 47 perderam seguimento após a colocação do DIU. Já no PP tardio, o total de pacientes foi de 98. Dessas, 17 tiveram complicações. Entre as complicações que levaram a expulsão ou retirada do DIU foram 10 casos, entre eles 1 perfuração uterina, 8 maus posicionamentos e 1 por escolha da paciente. Houveram 5 reinserções após retirada do DIU. O ultrassom mostrou 52 pacientes com DIU normoposicionado. O seguimento ambulatorial, por sua vez, foi perdido em 31 pacientes. Os resultados expostos são parciais, pois a pesquisa segue em andamento.

CONCLUSÕES

Com isso, conclui-se que comparando os períodos pós parto, nessa amostra o pós parto imediato tem maiores taxas de expulsão, enquanto o tardio tem maiores taxas de mau posicionamento. No pós parto tardio houve maior taxa de reinserção após retirada do DIU, comparado com o imediato. O pós parto tardio apresentou mais complicações como perfuração, enquanto que o imediato mais infecção. Além disso, a taxa de seguimento clínico foi maior nas pacientes com inserção no pós parto tardio, sendo que apenas 17% da amostra de 182 pacientes deixaram de seguir, enquanto no imediato esse número subiu para 25,8%. De todas as pacientes, 42,8% perderam seguimento ambulatorial.

PALAVRA CHAVE

Dispositivo intrauterino; Contracepção no puerpério

Área

GINECOLOGIA - Contracepção

Autores

Jan Pawel Andrade Pachnicki, Millena Almeida Souza Ramos, Stephanie Ariane Galvão Bernardi, Karen Oura, Karina Martins Pailo, Emilli Dambros Freitas, Somaia Reda

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo