59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Endometriose Torácica em Paciente com Desejo de Engravidar: Relato de Caso

CONTEXTO

A endometriose é uma condição caracterizada pela presença de tecido endometrial fora da cavidade uterina, que afeta cerca de 15% das mulheres em idade reprodutiva. Dentre elas, aproximadamente 12% são estimadas para apresentar a doença em órgãos não-reprodutivos, como pleura e pulmão. A chamada endometriose torácica é considerada rara e pode se manifestar como entidades clínicas de pneumotórax e sinais de derrame pleural. Ela está diretamente relacionada ao ciclo menstrual, o que a torna alvo de medicações hormonais, como o dienogest, cujo efeito é eficaz tanto sobre o endométrio eutópico quanto o ectópico. Embora seja uma condição benigna, a endometriose pode promover consequências negativas para a vida da mulher, como infertilidade, transtornos psicológicos, emocionais e sociais.

DESCRIÇÃO DO(S) CASO(S) ou da SÉRIE DE CASOS

Paciente do sexo feminino, 28 anos de idade, nulípara, com diagnóstico de endometriose em foco pulmonar após apresentar episódio de dispneia associada a derrame pleural hemorrágico com subsequente drenagem torácica de 1.000 mL de líquido hemático, passou a fazer uso contínuo de dienogest 2 mg, porém, em consulta ginecológica de rotina, manifestou desejo de engravidar. A equipe responsável pelo acompanhamento, formada por cirurgiões torácicos e ginecologistas, planejou, para tentativa de gravidez, suspensão da medicação após 6 meses do início do uso. Com 15 dias de abstinência, a paciente deu entrada no pronto-socorro com queixa de dispneia acentuada aos leves esforços, ao exame físico apresentava murmúrio vesicular reduzido difusamente em hemitórax direito, abolido em base direita e com som submaciço à percussão no local, hemitórax esquerdo sem anormalidades, sendo diagnosticada com derrame pleural. Foi submetida a pleuroscopia, decorticação pulmonar, pleurodese com alocação de dreno de tórax e pleurectomia direita, cujo laudo histopatológico evidenciou endometriose. Paciente foi desaconselhada a novas tentativas de engravidar e foi orientada a tentar processo de adoção.

COMENTÁRIOS

O tratamento da endometriose pode ser feito com medicamentos hormonais que visam a suprimir a secreção de estrogênios pelos ovários e, no caso de pacientes que desejam engravidar, a cirurgia terapêutica também deve ser considerada. Apesar de incurável, a doença pode ser bem controlada com tratamento adequado e acompanhamento ginecológico de qualidade, junto ao monitoramento dos ciclos menstruais, buscando melhorar a qualidade de vida da paciente e as chances de gravidez.

PALAVRA CHAVE

Derrame Pleural

Área

GINECOLOGIA - Endometriose

Autores

Letícia Berçam Scultori, Izabella Cardoso Lara, Luísa Soldati Bastos Rezende, Izadora Novaes Bohier, Juliana Tancredo Carlini, Luiz Alberto Sobral Vieira Junior

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo