59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ESTRATÉGIAS EDUCACIONAIS PARA MELHORAR O RASTREAMENTO DE CARDIOPATIAS CONGÊNITAS NO PERÍODO DO PRÉ-NATAL

OBJETIVO

O objetivo deste estudo foi identificar estratégias educacionais e avaliar se melhoram a acurácia do rastreamento cardiológico fetal realizado por médicos não especialistas em avaliação de imagem do coração fetal.

MÉTODOS

Incluiu em um momento 10 médicos não especialistas em ecografia, forneceu-se 12 exames de imagens para cada participante, com cortes de corações fetais de aspecto normal e patológico. No momento dois, houve treinamento com especialista em avaliação do coração fetal. Avaliamos em cada momento sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, negativo e acurácia, suas respectivas percentagens em conjunto com o intervalo de confiança a 95%. Comparou-se o desempenho dos participantes, utilizando o momento prévio ao treinamento como controle do segundo momento. A comparação entre as proporções foi realizada pelos testes qui-quadrado com correção de Yates ou exato de Fisher, considerando-se significativas um p < 0,05 e as análises foram realizadas no programa SPSS versão 21.0.

RESULTADOS

Tendo em vista a análise das imagens ecográficas dos corações em corte 4 câmaras normais e patológicos, total de 120 imagens, a fim dos participantes classificarem como normais ou patológicos no primeiro momento sem treinamento e após, no segundo momento, após realização do treinamento, foi possível observar que houve melhora significativa da acurácia diagnóstica após o treinamento (p<0,05).
Essa melhora da acurácia se obteve especialmente pelo incremento da sensibilidade diagnóstica. Como somente a sensibilidade apresentou diferença significativa, isso se reflete na redução da taxa de resultados falsos negativos após o treinamento (p=0,021), o que não pode ser observado de forma significativa na taxa de falsos positivos, apesar de ter reduzido também a taxa após o treinamento (p=0,725).

CONCLUSÕES

Concluímos que a utilização de um protocolo tecnicamente rigoroso, para avaliação ultrassonográfica do coração fetal, mostrou ser capaz de elevar os índices de detecção, bem como um programa de educação continuada, dirigida a estes profissionais elevou os índices de detecção de doença cardíaca congênita. Achado que se alinha com o nosso estudo, visto que se identificou um aumento da acurácia em função do aumento significativo da sensibilidade, o que reduziu as taxas de resultados falsos - negativos.

PALAVRA CHAVE

cardiopatia fetal, estratégias, rastreamento, educação - médica

Área

OBSTETRÍCIA - Ensino, Treinamento e Avaliação

Autores

Guilhermina Modesto jacó, Juliano Arenzon, Marcelo brandão da silva, Carlos Roberto Maia, Cynthia Dantas Lins, Patricia El Beitune

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo