59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ALTERAÇÕES GRAVÍDICAS EM MULHERES COM A SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS

OBJETIVO

Analisar as complicações gravídicas e neonatais em mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos

MÉTODOS

Estudo longitudinal, prospectivo e analítico realizado em uma maternidade-escola do nordeste do Brasil, no período de 1 ano, onde foram acompanhadas 70 gestantes divididas em 2 grupos: gravidez com diagnóstico prévio de SOP e gravidez saudável. As participantes com idade de 18 a 40 anos, foram avaliadas durante as consultas pré-natais, internação e pós-parto, através de um formulário padronizado com características sociodemográficas, histórico de saúde e complicações gravídicas e do neonato. Essa pesquisa PIBIC/CNPq foi aprovada pelo CEP da instituição e todas as participantes assinaram o TCLE. Os dados foram processados no software IBM® SPSS®, versão 21.0, utilizando-se o Teste de Teste de Shapiro-Wilk, Teste t de Student e Teste Exato de Fisher. Todas as análises foram realizadas ao nível de significância de 5%.

RESULTADOS

A prevalência global de complicações durante a gestação foi maior nas mulheres com SOP 27 (77,1%) vs 13 (37,1%)(p=0,001). Dentre estas, a ameaça de aborto foi significativamente maior nas portadoras de SOP 10 (28,6%) vs 3 (8,6%)(p=0,031). Descritivamente, houve ainda maiores frequências nas pacientes com SOP em relação a pré-eclâmpsia 13 (37,1%), alteração do líquido amniótico 7 (20,0%), diabetes mellitus gestacional 4 (11,4%), síndrome HELLP 2 (5,7%) e aborto 5 (14,3%). Uma menor média do índice de Apgar no quinto minuto 8,7 vs 9,6 (p=0,026) e o número de internações em unidade de terapia intensiva 6 vs 1 (p=0,044) foi significativamente superior nos neonatos de mulheres com SOP.

CONCLUSÕES

A síndrome dos ovários policísticos pode ter influência negativa sobre os resultados gestacionais e perinatais, como ameaça de aborto, oligohidramnio/polidrâmnio e menor peso fetal ao nascer. Faz-se necessário maior vigilância durante a gravidez dessas mulheres, afim de evitar eventos adversos.

PALAVRA CHAVE

Síndrome do Ovário Policístico. Complicações na Gravidez. Recém-Nascido.

Área

GINECOLOGIA - Endocrinologia Ginecológica

Autores

LOURRANA DE MARIA Luz Alves Cronemberger Dantas, Lucas Arrais Chaves Nascimento, Ione Maria Ribeiro Soares Lopes

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo