59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Influência da terapêutica hormonal sob o Índice de Adiposidade Visceral de mulheres no pós-menopausa

OBJETIVO

Comparar os efeitos da terapêutica hormonal (TH) e do uso de inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS) sobre o IAV em mulheres na pós-menopausa.

MÉTODOS

Estudo retrospectivo de análise de prontuários de pacientes do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, em São Bernardo do Campo. Foram incluídas mulheres na pós-menopausa que fizeram uso de TH ou de ISRS por 6 ou 12 meses consecutivos para tratamento dos sintomas climatéricos. Foram excluídas as mulheres que usaram ISRS para outros fins, que fizeram uso de TH e ISRS concomitantemente ou que não fizeram o tratamento correto pelo tempo necessário. Foram registrados, a partir dos prontuários eletrônicos, os dados: altura, peso corporal, circunferência abdominal (CA) e taxas séricas de triglicerídeos (TG) e HDL, que foram usados para calcular o IAV por meio da fórmula: IAV = [CA/36,58+(1,89 x peso/A x A)] x [TG/0,81] x [1,52/HDL].

RESULTADOS

Foram incluídas 176 mulheres com média etária de 55 anos, das quais 128 receberam prescrição de TH e 48 receberam prescrição de ISRS. Após 06 meses de tratamento, a CA foi 93,45 ± 10,79 e 95,26 ± 13,40 (p=0,39) para TH e ISRS, respectivamente; o TG foi 136,75 ± 69,5 e 127,62 ± 43,719 (p=0,993) para TH e ISRS, respectivamente; o HDL foi 59,75 ± 14,23 e 57,4 ± 11,65 (p=0,604) para TH e ISRS, respectivamente. Após 12 meses de tratamento, a CA foi 92,59 ± 13,14 e 97,45 ± 12,15 (p=0,067) para TH e ISRS, respectivamente; TG foi 132,33 ± 63,65 e 141 ± 65,74 (p=0,418) para TH e ISRS, respectivamente; o HDL foi 55,16 ± 14,07 e 57,65 ± 15,02 (p=0,674) para TH e ISRS, respectivamente. IAV calculado aos 6 meses foi 5,08 ± 3,66 para o grupo TH e 4,71 ± 1,84 para o grupo ISRS (p=0,601). Após 12 meses de tratamento, o IAV calculado foi 5,21 ± 3,53 e 5,83 ± 4,96 (p=0,228) para TH e ISRS, respectivamente.

CONCLUSÕES

Os resultados obtidos no cálculo do IAV mostraram que, no longo prazo (12 meses), os valores foram menores para o grupo TH do que para o ISRS, entretanto, essa diferença não alcançou significância estatística. Estudos com maior número de participantes são necessários para poder comparar melhor os efeitos da TH e dos ISRS neste parâmetro.

PALAVRA CHAVE

índice de adiposidade visceral, climatério, terapia hormonal, pós-menopausa

Área

GINECOLOGIA - Climatério

Autores

Carolina Lumi Taya, Matheus Korkmaz Guisard, Luciano de Melo Pompei, Marcelo Luis Steiner, César Eduardo Fernandes

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo