59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Características biológicas e sociais dos casos de near miss em gestantes e puérperas por COVID-19: estudo de coorte

OBJETIVO

Descrever o perfil biológico, sociodemográfico e obstétrico dos casos de near miss em gestantes e puérperas admitidas com COVID-19 em uma maternidade escola do nordeste do Brasil.

MÉTODOS

Trata-se de um estudo de coorte ambidirecional, realizado em uma maternidade-escola do Nordeste, que incluiu todas as gestantes e puérperas com diagnóstico confirmado de COVID-19 por RT-PCR, admitidas entre 1 de abril de 2020 e 31 de dezembro de 2020. Os dados foram coletados por meio de um formulário padronizado, com todas as precauções padrões para evitar contaminação. As variáveis analisadas foram: idade, procedência, escolaridade, tipo sanguíneo, fator Rh, cor, uso de álcool e drogas ilícitas durante a gestação, número de gestações, número de partos, número de consultas pré-natais, fase em que foram admitidas (gravidez ou puerpério) e idade gestacional na admissão. Esta pesquisa foi previamente submetida e aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob o CAEE número 31757620.5.0000.5201. As pacientes incluídas no período prospectivo assinaram um termo de consentimento livre e esclarecido.

RESULTADOS

Foram incluídas 390 pacientes, das quais 17 (4,4%) tinham critérios de near miss materno e, destas, 70,6% tinham critérios laboratoriais, 17,6% critérios clínicos e 11,8% critérios de manejo. Dentre esses casos, a média de idade foi de 27,2 anos; 70,6% eram moradoras do município de Campina Grande; 29,4% eram procedentes do interior; 62,5% das pacientes eram pardas e 78,6% tinham apenas o ensino fundamental completo. Ainda, 50% tinham tipo sanguíneo A e todas possuíam fator Rh positivo. Todas as pacientes negaram uso de álcool ou drogas ilícitas. A maioria das pacientes era primigesta (52,9%); tinham mediana de uma gestação e de seis consultas pré-natais; 93,8% foram admitidas durante a gestação, sendo somente uma admitida durante o puerpério (6,2%) e possuíam idade gestacional na admissão com mediana de 36 semanas.

CONCLUSÕES

Near miss materno ocorreu em pacientes com idade em torno de 27 anos, a maioria primigestas, que se autodefiniam pardas e em sua maioria tinham apenas ensino fundamental completo. Isso é compatível com o impacto desproporcional da COVID-19 na população negra, pobre e periférica, incluindo as gestantes. Destaca-se a maior frequência do grupo sanguíneo A, que tem sido associado com risco aumentado de COVID-19. Nenhuma paciente fez uso de álcool ou drogas ilícitas durante a gestação. O número de consultas pré-natais em geral foi adequado, mas a qualidade do pré-natal não foi avaliada.

PALAVRA CHAVE

COVID-19. Gestação de Alto Risco. Near Miss. Saúde Materna. Assistência perinatal.

Área

OBSTETRÍCIA - Gestação de Alto Risco

Autores

Arthur Ferreira Cerqueira Amorim, Lara Caline Santos Lira, Thaise Villarim Oliveira, Lucas Martins dos Santos Sales, Thales Albuquerque Rocha, Maria Eduarda Gurgel Medeiros, Leila Katz, Melania Maria Ramos Amorim

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo