59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

FERTILIZAÇÃO IN VITRO EM PACIENTES INFÉRTEIS COM SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO: UM ESTUDO TRANSVERSAL

OBJETIVO

Comparar o resultado do tratamento de infertilidade pela técnica de Fertilização in vitro em pacientes inférteis com SOP e pacientes inférteis por fator tubário e/ou masculino.

MÉTODOS

Trata-se de um estudo de corte transversal conduzido no município de Salvador, Bahia, no período de Janeiro de 2016 a Dezembro de 2019. Foram inclusas a partir de uma análise retrospectiva dos prontuários, 56 pacientes que foram submetidas à FIV, sendo 16 com infertilidade por SOP e 40 com infertilidade por fator tubário e/ou masculino. Como marcadores de avaliação do resultado reprodutivo, foram avaliadas as variáveis: idade, número de oócitos captados, número de oócitos em metáfase II, número de oócitos inseminados, número de oócitos fertilizados, número de embriões clivados, número de embriões em blastocisto, número de embriões transferidos, resultado do β-HCG e ocorrência do aborto. Para análise estatística, utilizou-se os testes Kolmogorov–Smirnov, Teste T de Student, Mann-Whitney e Qui-quadrado.

RESULTADOS

Após levantamento de dados, foi traçado o perfil reprodutivo dos grupos estudados a partir das variáveis elencadas. Foi verificado que a faixa etária dos dois grupos foi de 27 até 39 anos. Após análise, observou-se distribuições assimétricas em torno do valor central, que aparentemente, pode significar não normalidade. Entretanto, não foram constatados dados discrepantes em nenhuma variável. Foi verificado ainda, que não há diferença estatística nos resultados das comparações entre os grupos selecionados. Essa pesquisa, entretanto, elucida que não há diferença significativa entre os grupos analisados, o que ratifica o fato das mulheres inférteis com SOP e por fator tubário e/ou masculino possuírem a qualidade ovular semelhante. Apesar da literatura relatar que a qualidade ovular em mulheres com SOP é inferior, nossos resultados evidenciam que não há diferença significativa entre os grupos.




CONCLUSÕES

Conclui-se, portanto, através do estudo em questão, que os resultados dos tratamentos de infertilidade pela técnica de Fertilização in vitro em pacientes inférteis com SOP e pacientes com infertilidade por fator tubário e/ou masculino, são positivos. Uma vez que as comparações feitas demonstraram que não há diferença significativa entre os grupos comparados e suas as variáveis em estudo.

PALAVRA CHAVE

Síndrome do Ovário Policístico. Fertilização In vitro. Infertilidade.

Área

GINECOLOGIA - Reprodução Humana

Autores

LETÍCIA CUNHA LIMA, MARIANA BULHÕES NUNES SOUTO, GÉRSIA ARAÚJO VIANA

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo