59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Perfil sociodemográfico de puérperas durante a pandemia do COVID-19 em maternidade Escola

OBJETIVO

Avaliar o perfil sociodemográfico de puérperas durante a pandemia do COVID-19.

MÉTODOS

Trata-se de um estudo descritivo, de corte transversal, cuja amostra foi constituída por todas as puérperas que tiveram o parto em maternidade Escola no ano de 2020, durante os meses de junho a julho. A ansiedade foi avaliada pelo questionário já validado para o português, o Beck Anxiety Inventory (BAI). A análise estatística foi realizada de forma descritiva através das variáveis qualitativas, por cálculo de frequências absolutas e relativas e de forma quantitativa por observação dos valores mínimos e máximos, através do cálculo de medianas, médias e desvios-padrão. A comparação das médias dos grupos foi realizada utilizando-se testes não paramétricos de Mann-Whitney U e a comparação de proporções o teste de qui quadrado ou teste exato de Fisher. O nível de significância foi de p<0,05.

RESULTADOS

No período do estudo, a instituição prestou assistência a 573 puérperas internadas e destas 438 (76,4%) se enquadravam nos critérios de inclusão do estudo e 04 (0,6%) recusaram participar da pesquisa. A maioria referiu consultas no pré-natal em unidades de saúde (98%), possuíam companheiros, apresentavam renda familiar de até um salário mínimo e nível educacional de ensino médio completo. O tipo principal de parto foi a cesárea, com idade gestacional média de 38 semanas (DP 1,4), com peso do recém-nascido médio de 3324g (DP 529), do sexo feminino, com Apgar maior que 7 no primeiro e quinto minuto. Não foi observado na maioria das pacientes diagnóstico de COVID pessoal ou familiar. Quanto ao escore do BAI foi visto que a ansiedade mínima foi comum à maioria delas.

CONCLUSÕES

A ansiedade em adoecer ou transmitir o coronavírus foi mínima nas gestantes comparada com outros estudos internacionais. Mais estudos devem ser realizados para avaliar ansiedade na gestação.

PALAVRA CHAVE

Gravidez, COVID-19, Ansiedade

Área

OBSTETRÍCIA - Epidemiologia

Autores

MARIANE ALBUQUERQUE REIS, GABRIELA VAZ CURSINO, MARIA TERESA DA COSTA URBANO, Ana Carolina Zimmermann Simões, Leonardo José Vieira de Figueiredo, ROSELI MIEKO YAMAMOTO NOMURA, ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo