59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ANÁLISE DA MORTALIDADE DEVIDO A CÂNCER DE MAMA EM SERGIPE DE 1996 A 2017

OBJETIVO

Identificar o perfil da população que veio a óbito devido a câncer de mama em Sergipe.

MÉTODOS

Trata-se de um estudo transversal observacional que aborda segmentos acerca do quantitativo de óbitos devido ao câncer de mama no estado de Sergipe entre 1996 e 2017. Os dados foram coletados do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde e organizados com auxílio do programa Microsoft Excel. Foram pesquisados o total de óbitos com código atribuído C50 do Código Internacional de Doenças (CID-10) ocorridos no estado durante o período estudado, relacionando-os com as faixas etárias, raças e estados civis.

RESULTADOS

Durante o período estudado, foram registrados 2.106 óbitos por câncer de mama em Sergipe, sendo que o último ano foi o com maior número, 166 (7,88%). Do total de óbitos, 1.863 (86,63%) tinham idade de 40 anos ou mais, sendo a faixa etária de 50 a 59 anos a mais prevalente, com 503 (23,88%) óbitos. A idade foi ignorada em 4 (0,19%) óbitos registrados. Quanto à raça, 960 (45,58%) mulheres eram pardas, 639 (30,34%) brancas e 181 (8,59%) negras. A raça foi ignorada em 320 (15,19%) óbitos. Em relação ao estado civil, 700 (33,24%) foram registrados como solteira, 689 (32,72%) como casada, 341 (16,19%) como viúva, 162 (7,69%) como divorciada e 43 (2,04%) como outros. O estado civil foi ignorado em 171 (8,12%) óbitos.

CONCLUSÕES

A taxa de mortalidade por câncer de mama no estado de Sergipe mostrou-se inferior quando comparada à taxa do Brasil. O ano com o maior número de óbitos foi o de 2017. E a maioria das mulheres que morreram por câncer de mama em Sergipe tinham idade igual ou superior a 40 anos, principalmente da faixa etária de 50 a 59 anos, além de serem de raça parda e solteiras. Por fim, é importante ressaltar que houve uma quantidade importante de dados não notificados na base.

PALAVRA CHAVE

Neoplasias da Mama; Mortalidade; Epidemiologia.

Área

GINECOLOGIA - Mastologia

Autores

Davi Guilherme Barasuol, Barbara Rhayane Santos, Aline Rocha Aguiar, Renata Vieira Oliveira, Claudete Martins Santos, Marcos Antônio Lima Carvalho, João Eduardo Andrade Tavares de Aguiar, Júlia Maria Gonçalves Dias

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo