59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Implante subdérmico em puérperas adolescentes: ensaio clínico não-randomizado

OBJETIVO

Avaliar a aceitação do implante subdérmico de etonogestrel entre adolescentes no pós-parto, antes da alta hospitalar e a satisfação com o método ao longo de um ano, comparando esses resultados com um grupo de mulheres na mesma faixa etária que optou pelo uso de outros métodos contraceptivos.

MÉTODOS

Ensaio clínico não-randomizado e aberto, no qual adolescentes que tiveram seu parto no nosso serviço foram acompanhadas durante 1 ano. Foram oferecidos todos os métodos contraceptivos disponíveis durante a internação e as pacientes foram divididas em dois grupos: as que aceitaram o implante subdérmico (colocado antes da alta) e as que optaram por outros métodos anticoncepcionais. A aceitação do implante e fatores associados foram avaliados entre as mulheres participantes, assim como a manutenção do uso e satisfação ao longo de 1 ano. Foram utilizados os testes de Qui-quadrado, t de Student, Mann-Whitney e análise multivariada.

RESULTADOS

Foram incluídas 100 mulheres no estudo entre julho/2019 e abril/20020, dentre as quais 71 optaram pela colocação do implante. A idade média foi de 17,1 anos e 57% não estavam estudando. 94% das gestações não foi planejada, 74% das mulheres eram solteiras, 78,4% estava insatisfeita com a contracepção prévia e 13% não estava na sua primeira gestação. Após um ano de seguimento, 62 pacientes permaneceram no estudo, sendo 55 com implante; 4 pacientes retiraram o implante antes do primeiro ano de uso e o restante apresentou-se satisfeita com o método escolhido, sendo o sangramento vaginal o principal efeito colateral.

CONCLUSÕES

O oferecimento de um método contraceptivo de longa duração (LARC) no pós-parto imediato de adolescentes é uma opção segura, que apresentou boa aceitação e grau de satisfação, o que pode contribuir para a redução das gestações não planejadas e de repetição nessa população.

PALAVRA CHAVE

Contracepção, implante subdérmico, adolescentes, puerpério

Área

GINECOLOGIA - Contracepção

Autores

Mariane Massaini Barbieri, Amanda Dantas Silva, Leticia Santos Caleffi, Sirlei Siani Morais, Luis Bahamondes, Cassia Raquel Teatin Juliato, Fernanda Garanhani Surita

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo