59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

Pneumotórax catamenial: um relato de caso

CONTEXTO

Endometriose torácica se define como a presença de tecido endometrial no parênquima pulmonar, cavidade pleural ou diafragma e se caracteriza como a manifestação extra pélvica mais comum da endometriose, geralmente se apresentando como um pneumotórax com uma relação temporal com o período menstrual, denominado pneumotórax catamenial.

DESCRIÇÃO DO(S) CASO(S) ou da SÉRIE DE CASOS

Paciente feminina, 44 anos, previamente hígida, procura o pronto socorro por uma dor intensa em região clavicular direita de início há 3 dias, associada a dispneia à pequenos esforços e história de pneumotórax com drenagem torácica fechada há 1 semana, no período menstrual. Posteriormente à confirmação diagnóstica de pneumotórax, foi realizada toracostomia videoassistida, segmentectomia de lobo superior direito, pleurectomia direita e toracostomia com dreno de tórax, sendo visualizado implantes de coloração amarronzada em diafragma direito sugestivas de implante endometrial. Amostras enviadas para análise anatomopatológica evidenciaram enfisema subpleural e pneumonia em organização multifocal. Encaminhada ao serviço de ginecologia para investigação de endometriose, refere dismenorreia intensa associada a menorragia, dores torácicas no período menstrual, infertilidade conjugal e dispareunia. Ao toque vaginal apresentava espessamento e encurtamento do ligamento útero sacro do paramétrio esquerdo e contratura do músculo obturador interno, achados esses analisados em conjunto com ressonância magnética pélvica evidenciando focos de endometriose profunda em paramétrio esquerdo, espessamento do ligamento útero sacro direito, endometriomas em ovário esquerdo, além de adenomiose, associado a dosagem de Ca125 de 60, confirmaram hipótese de endometriose profunda. Nova abordagem com pleurodese e drenagem torácica fechada foi necessária devido à novo quadro de dor 2 meses após o primeiro episódio. Tratamento mantido com anticoncepcional oral combinado, mas em programação de abordagem videolaparoscópica.

COMENTÁRIOS

O diagnóstico de pneumotórax catamenial exige suspeição clínica associado a exames de imagem e deve ser considerado um diagnóstico diferencial em pacientes jovens com quadro de pneumotórax espontâneo, principalmente quando recorrentes, acometem o lado direito e sintomas ocorrem no período perimenstrual. Abordagem cirúrgica e prevenção secundária de novos quadros com supressão hormonal são a chave do tratamento.

PALAVRA CHAVE

pneumotórax

Área

GINECOLOGIA - Endometriose

Autores

Luize Meloti Fiorio, Danilo Rodrigues Ramos, Julia Ventura Soares, Vanessa Evangelista De Toledo, Lucia Helena Mello de Lima, Karin Kneipp Costa Rossi

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo