59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ASSOCIAÇÃO DO COMPROMETIMENTO COGNITIVO COM VARIÁVEIS SOCIOECONÔMICOS EM GESTANTES

OBJETIVO

Avaliar a associação do comprometimento cognitivo com variáveis socioeconômicas em pacientes gestantes.

MÉTODOS

Estudo transversal e prospectivo, utilizando-se um questionário estruturado com aspectos socioeconômicos e clínicos e uma escala de avaliação cognitiva (MOCA). Realizado no Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe Sergipe (HU-UFS) e no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) de abril de 2019 a novembro de 2019. Foram incluídas todas as mulheres gestantes atendidas no HU-UFS e no CAISM que aceitaram participar do estudo mediante a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. E foram excluídas do estudo todas as mulheres gestantes com menos de quatro anos de escolaridade ou que deram respostas incompletas. Para análise, foi utilizado o teste de qui-quadrado para encontrar possíveis associações entre as variáveis.

RESULTADOS

Para este estudo foram entrevistadas 300 mulheres que estavam gestantes, sendo a idade média de 28 anos, e 85,7% possuíam 20 anos ou mais. Do ponto de vista pessoal e socioeconômico, 70,3% das entrevistadas eram procedentes de municípios do interior do estado de Sergipe. A maior parte delas, 92,7%, eram autodeclaradas como negras, pardas, indígenas ou amarelas. Sendo que 90,3% viviam com algum companheiro e 75% dispunham de uma renda familiar inferior a 1 (um) salário mínimo. Quanto à escolaridade, cerca de 33,3% possuíam apenas ensino fundamental, enquanto 66,7% apresentavam ensino médio ou superior (completo ou incompleto). Quanto à avaliação das funções cognitivas foi observado que 55,3% (166) das mulheres gestantes apresentavam comprometimento cognitivo leve (MOCA < 23), enquanto que 44,7% (134) obtiveram pontuação no MOCA igual ou superior a 23 pontos, dentro dos padrões de normalidade cognitiva. Foram encontradas associações significativas entre renda e escolaridade com comprometimento cognitivo (p < 0,05).

CONCLUSÕES

Foi observada associação significativa entre as funções cognitivas e a renda familiar bem como com a escolaridade da paciente durante a gestação. Assim, ao concluir que as mais afetadas são aquelas com baixa escolaridade e baixa renda familiar, reforça-se a importância das medidas de atenção primária no serviço público de saúde, uma vez que esse grupo socioeconômico está mais vinculado a esse serviço.

PALAVRA CHAVE

Disfunção Cognitiva; Gravidez de Alto Risco; Cuidado Pré-Natal.

Área

OBSTETRÍCIA - Gestação de Alto Risco

Autores

Juliana Maria Chianca Lira, Lorena Barreto Araújo, Ullany Maria Lima Amorim Coelho de Albuquerque, Barbara Rhayane Santos, João Eduardo Andrade Tavares de Aguiar, Vitória Teles Apolônio Santos, Rodrigo Almeida Santiago de Araújo, Júlia Maria Gonçalves Dias

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo