59º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

EPENDIMOMA EXTRAPINHAL DO LIGAMENTO LARGO: O QUINTO CASO DESCRITO NA LITERATURA

CONTEXTO

Os ependimomas são tumores gliais do sistema nervoso central (SNC) decorrentes do revestimento ependimal dos ventrículos e do canal central da medula espinhal. Enquanto ependimomas do SNC constituem 6% a 9% das neoplasias primárias deste sítio, com distribuição igual entre homens e mulheres, os ependimomas extra-axiais, como os ovarianos, do ligamento largo, sacrococcígeo, pulmão e mediastino, são extremamente raros e relatados exclusivamente em mulheres, principalmente em idade fértil.
Em literatura corrente foram descritos 4 casos de ependimomas em ligamento largo e, visto a raridade da doença e a falta de definições para terapia e seguimento, o relato de um novo caso tem importância clínica para a comunidade médica,

DESCRIÇÃO DO(S) CASO(S) ou da SÉRIE DE CASOS

Mulher de 45 anos procurou o serviço de cirurgia ginecológica em agosto/2019 com queixa de fluxo menstrual intenso, iniciado cinco meses antes. História de duas gestações, duas cesárianas e laqueadura tubária como método contraceptivo. Portadora de hipertensão, hipercolesterolemia e glomerulonefrite. História familiar negativa para doenças oncológicas ginecológicas. Em ultrassom endovaginal foi evidenciado apenas aumento do volume uterino em decorrência de dois tumores sugestivos de leiomiomas, sem demais alterações.
Paciente foi submetida à histerectomia abdominal total e salpingectomia bilateral em setembro/2019, sendo evidenciado em ato cirurgico massa paraovariana esquerda, endurecida, ressecada juntamente ao ovário ipsilateral. Anatomopatológico das peças evidenciou leiomiomas uterinos usuais e formação nodular para-ovariana esquerda de 3,5cm x 2,5 x 2,0 cm sugestiva de ependimoma extra-epinhal, confirmada por imunohistoquímica.
Em seguimento pós operatório foi indicado cirurgia oncológica (debulking de ovário) realizado em outubro/2019, sem evidencias de outras lesões neoplásicas. Paciente se manteve em acompanhamento com ginecologia oncológica e oncologia, sem proposta de terapia adjuvante e está há um ano e meio livre de doença.

COMENTÁRIOS

Os ependimomas pélvicos e extrapélvicos extraneurais são raros e relatados exclusivamente entre mulheres, principalmente em idade fértil. Várias teorias foram propostas para explicar a gênese desses tumores, se diferindo com base em suas localizações anatômicas, mas nenhuma confirmada. Devido a falta de dados consistentes na literatura, entende-se a importância em divulgar novos casos como o descrito neste relato.

PALAVRA CHAVE

Neoplasia ovariana; Ependimoma extra-espinhal; Ependimoma do ligamento largo;

Área

GINECOLOGIA - Oncologia Ginecológica

Autores

Luiza Marçoni Mendes Godinho, Augusto Henriques F. Brandão, Mariana Leite Seabra, Marcia Salvador Geo

Adicione na sua agenda: AppleGoogleOffice 365OutlookOutlook.comYahoo